"Formação" é a palavra usada para descrever o estudo e o caminho necessários para realizar uma vocação religiosa. Uma vez que vivemos em um mundo em constante mudança, se pode dizer que a formação é um processo ao longo de toda a vida. Aqui, porém, falamos do período de preparação para a profissão religiosa e/ou ordenação sacerdotal. Este período chama-se Formação Inicial. Formação Permanente, como o termo já diz, é a atualização e renovação constante em busca de viver plenamente
a cada novo tempo, a vocação.

O Programa Saletino para a Formação varia de país para país, respondendo às realidades de cada cultura. Cada programa, no entanto, inclui estudos formais, desenvolvimento humano, prática espiritual, formação para o ministério e para a vida da comunidade, etc. Necessariamente, um programa
de formação sempre terá em conta os ensinamentos da Igreja, tanto universal como local. Há também um componente que é exclusivo para a nossa Congregação, onde se espera que o seminarista se familiarize com a história da Congregação, a história da Aparição, estudos Marianos
e a teologia e práxis da reconciliação, nosso "carisma". Também, porque a nossa Congregação é de âmbito internacional, existem expectativas e/ou oportunidades que promovem essa consciência, tanto na formação inicial como na permanente. Por exemplo, antes de se fazer a profissão perpétua, todos os membros participam de um mês de formação juntos. Oportunidades de formação permanente oferecidos pela Congregação incluem aquelas oferecidas no Santuário da Montanha da Salette (França), bem como aquelas apresentadas por várias Províncias em toda a Congregação.

Nós reconhecemos como verdade profunda que, Deus é quem dá a graça necessária para cada um no processo de formação. Este é verdadeiramente um exercício de fé, onde todos os envolvidos são chamados a discernir o seu compromisso à luz do Espírito Santo. O que Deus está dizendo? Como podemos reconhecer a sua voz? Como é que vamos responder ao convite de Deus?... A tarefa dos que estão no ministério de formação é manter essas perguntas sempre presentes na vida de cada seminarista. Este é verdadeiramente aquilo que a Mãe de Deus fez por todo o povo, em La Salette, nos chamando a estarmos sempre atentos e responder à voz de Deus. Maria em La Salette nos apela à conversão e a fazer da conversão um caminho para a plenitude da vida. Isto é o que nós tentamos fazer em nossa própria experiência de formação, na Congregação. 

More in this category:

Go to top