×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 112

NATAL 2018

     NATAL 2018

                                                             “Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo. Veio para o que era seu, e os seus não o  receberam.”(Jo 1, 9 e11)

Caros Confrades

As celebrações de Natal oferecem, pontualmente todos os anos, a mim e ao GC a agradável oportunidade de entrar nas vossas comunidades para oferecer a todos e a cada um de vocês as mais belas e fraternas saudações do Bom e Santo Natal, bem como Feliz e fecundo Ano Novo.

Desejo estender esta mensagem de boas festas de maneira especial aos nossos idosos e doentes, àqueles que vivem momentos de particular dificuldade espiritual e comunitária, aos nossos jovens em formação, aos nossos benfeitores, aos Leigos/as Saletinos/as e as SNDS que compartilham conosco os desafios e preocupações na proclamação da Boa Nova em muitas partes do mundo, especialmente no santuário da Montanha Sagrada.

Espero também que à luz que irradia da gruta de Belém ilumine os corações e as consciências de cada um, para que nossa vida pessoal e ministério sejam sempre orientados a tornar presente e visível no mundo de hoje a misericórdia e a face amorosa do Pai, assim como nos testemunhou o Cristo Jesus.

Desejo que todos redescubram neste Natal, a alegria de viver em comunidade com as dificuldades, os desafios, mas também a diversidade de riquezas que esta implica; trabalhar e rezar juntos, bem como discernir juntos a melhor maneira de servir a Igreja e a Congregação à luz do nosso carisma.

Há já alguns anos que o CG propõe um tema anual à atenção de toda a Congregação para ajudar e estimular a reflexão pessoal e comunitária sobre um tema de particular importância para o percurso humano, espiritual, pastoral e carismático de cada religioso salettino.

O tema deste ano "Testemunhar a beleza da diversidade" quer colocar uma ênfase positiva nas muitas diferenças (cultura, língua, sensibilidade) que constituem a riqueza e a beleza de nossa convivência em uma grande família internacional e intercultural, em nossa Congregação hoje.

Este nos preparará lentamente para a celebração do Ano das Vocações, que começará em setembro próximo e depois, o Ano Mariano.

O tema, como slogan, quer destacar alguns aspetos importantes que devem caracterizar nossa vida religiosa, comunitária e apostólica no mundo de hoje:

Testemunhar: como religiosos, em virtude do seguimento do Senhor, casto, pobre e obediente, somos chamados a dar razão à nossa profunda união com Ele, com toda a nossa força, com toda nossa mente e nosso coração, sabendo muito bem que o testemunho só tem um valor indiscutível se for acompanhado de um compromisso sério e radical com a vida pessoal.

Beleza: somos convidados a ver não apenas o positivo, o belo e o bem que há dentro de nós, mas também o que está presente ao nosso redor, nos nossos confrades, no ministério pastoral de todos os dias, nas pessoas que conhecemos e no mundo em que vivemos. Em outras palavras, somos solicitados a olhar para as pessoas e para a realidade que nos rodeiam com os olhos de Deus (cf. Gn 1).

Diversidade: aceitar nossas diferenças não tanto como uma coisa negativa a ser eliminada ou combatida, mas sim como uma oportunidade e uma graça para ser vivida e explorada ao máximo. Enfrentar este desafio com serenidade e sem preconceitos, permite-nos amadurecer na fé e na comunhão fraterna, construindo pontes para facilitar o encontro, a escuta e a partilha, afastando de nós a tentação de erigir muros ou barreiras anacrônicas capazes apenas de dividir e afastar.

Em virtude do nosso carisma, somos chamados a nos opormos com toda a nossa força, com a palavra e sobretudo com o exemplo de vida, a uma certa mentalidade burguesa radical - feita de rejeição, exclusão, rejeição do diferente - que está se tornando prepotente em nossa sociedade, fomentando alarmismo e medos nem sempre motivados.

Acolher a diversidade como uma oportunidade e riqueza, por outro lado, certamente nos tornará profetas acreditáveis ​​aos olhos do mundo de hoje (cf. Dec. 8 do CaGen 2018).

O Conselho Geral, para realizar uma caminhada compartilhada e "sinodal" em toda a Congregação, preparará reflexões trimestrais simples e breves para a reflexão pessoal e comunitária que serão entregues a cada religioso através das Secretarias Provinciais e Regionais.

Conforme já anunciado, a partir de 1º de janeiro de 2019 haverá mudanças no nível da Administração Geral. P. Belarmino (Angola), atual e diligente Secretário Geral, será substituído pelo Pe. Memé Romuald (Madagascar), Pe. Alex, Ecônomo Geral nos últimos 11 anos, será substituído pelo Pe. André Zontek (Polônia) e o cargo de diretor da casa será ocupado por P. Paulo Banga (Angola).

Os novos confrades chegarão a Roma na primeira quinzena de dezembro. Para eles, o desejo sincero de um ministério proveitoso na casa geral junto com o Conselho Geral e às suas respectivas Províncias, um sincero agradecimento por ter "liberado" esses confrades para o serviço de nossa grande família religiosa.

Aos que nos deixam daqui a alguns meses, os aplausos e minha gratidão pessoal, do Conselho Geral e de toda a Congregação pelo precioso, desinteressado e fecundo trabalho realizado na Administração anterior. Que o Senhor e a Virgem de La Salette os recompense por todo bem feito em favor da casa geral e da Congregação.

Feliz Natal e Feliz Ano Novo!

P. Silvano e Conselho Geral

Notícias de Roma

+ I PP. Jojohn e Nunda ainda estão frequentando com grande proveito o curso de italiano em uma escola no centro de Roma. Por algum tempo eles também começaram a presidir a celebração eucarística da comunidade, estritamente em italiano. Para eles é o aplauso e o apoio fraterno de toda a comunidade da casa geral pelos esforços de inculturação realizados até o momento.

+ Na segunda quinzena de novembro, recebemos três brasileiros, Leigos Salettinos (Mônica , Dionísio e Lúcia), colaboradores próximos do padre Isidro Perin, pároco e reitor do santuário de Curitiba.

+ Pe. Antoni Skalba, reitor do santuário de La Salette (França) e dos PP. Michael, Gomes e Albert membros da comunidade internacional passaram alguns dias de descanso e férias conosco. Enquanto o padre Antoni estava envolvido no encontro internacional dos reitores dos santuários, os outros confrades vestiram as roupas de turistas e peregrinos, visitando os locais históricos e cristãos da capital italiana.

+ 29 de novembro foi uma data histórica para o padre Jojohn. Após três meses do envio de documentos para regularizar sua presença na Itália, ele finalmente obteve o "cartão de residência" que lhe permitirá circular livremente na Europa e no mundo a serviço da Congregação.

+ No dia 4 de dezembro, o P. Silvano foi à França para participar da reunião da APS que se realizou em Gières, na casa geral da SNDS. Alguns problemas relativos à organização da recepção e serviços pastorais no santuário de La Salette foram abordados.

+ No dia 7 de dezembro, Pe. Jacek voou para Busk (Ucrânia) para receber os votos perpétuos do Ir. Ivan Diakiv, primeiro missionário saletino do pais.

+ 9 de dezembro o PP. Silvano e Jojohn partem para Rutete (Tanzânia) para uma visita fraterna à comunidade missionária saletina que neste ano comemorou o segundo ano de presença no país e na diocese de Bukoba. Eles retornarão a Roma no alvorecer de 23 próximo.

Go to top