Ano vocacional: Meditação

Ano vocacional: Meditação 

“Antes que no seio fosses formado, eu já te conhecia; antes de teu nascimento, eu já te havia consagrado, e te havia designado profeta das nações” (Jeremias1,5). 

O Ano Vocacional que teve seu início no dia 19 de setembro deste ano e terá a sua conclusão em 19 de setembro de 2020, convida-nos a refletir sobre o tema: “Avança, Ele vive e quer-te Vivo”. São as palavras de Maria na Salette direcionadas aos dois pastores: “vinde...” e também as palavras do Papa Francisco aos Jovens por ocasião do Sínodo dos Jovens: “Cristo Vive!”.

A vocação é dom do amor de Deus pelo seu povo. O chamado feito por Deus é para permanecermos com Ele «quem permanece no amor permanece em Deus, e Deus nele» (1 Jo 4,16).

A fonte de todo o dom perfeito é Deus, e Deus é Amor – Deus caritas est. A Sagrada Escritura narra a história deste vínculo primordial de Deus com a humanidade, que antecede a própria criação. Ao escrever aos cristãos da cidade de Éfeso, São Paulo eleva um hino de gratidão e louvor ao Pai pela infinita benevolência com que predispõe, ao longo dos séculos, o cumprimento do seu desígnio universal de salvação, que é um desígnio de amor. No Filho Jesus, Ele «escolheu-nos – afirma o Apóstolo – antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis em caridade na sua presença» (Ef 1,4). Fomos amados por Deus, ainda «antes» de começarmos a existir! Movido exclusivamente pelo seu amor incondicional, «criou-nos do nada» (cf. 2 Mac 7,28) para nos conduzir à plena comunhão consigo (Mensagem do Santo Padre Papa Bento XVI para o 49º Dia Mundial de Oração pelas Vocações - 29 de abril de 2012 - IV Domingo de Páscoa).

Quando Deus nos chama não significa que tudo esteja pronto e acabado, mas, nos chama para seguir um caminho com Ele. Participar deste projeto implica a nossa resposta cotidiana de amor a Deus que nos amou primeiro e, este amor deve nos atrair todos os dias. A maneira como respondo todos os dias ao Senhor, no meu cotidiano de forma simples e confiante vai se realizando na minha vida a perfeita liberdade. Os testemunhos na nossa história saletina daqueles que se deixaram guiar por este amor nos fortalecem e nos encorajam a renovar o dom de Deus que há em nós! 

...não há alegria maior do que arriscar a vida pelo Senhor! Particularmente a vós, jovens, gostaria de dizer: não sejais surdos à chamada do Senhor! Se Ele vos chamar por esta estrada, não vos oponhais e confiai n’Ele. Não vos deixeis contagiar pelo medo, que nos paralisa à vista dos altos cumes que o Senhor nos propõe. Lembrai-vos sempre que o Senhor, àqueles que deixam as redes e o barco para O seguir, promete a alegria duma vida nova, que enche o coração e anima o caminho.

Queridos amigos, nem sempre é fácil discernir a própria vocação e orientar justamente a vida. Por isso, há necessidade dum renovado esforço por parte de toda a Igreja – sacerdotes, religiosos, animadores pastorais, educadores – para que se proporcionem, sobretudo aos jovens, ocasiões de escuta e discernimento (Mensagem do Santo Padre Papa Francesco para o 56°Dia Mundial de Oração pelas Vocações - 12 de maio de 2019 - IV Domingo da Páscoa).

Manuel Dos Reis Bonfim MS

Go to top